Núcleo de Yoga Shivalaya – 2017 – Todos os direitos reservados

  • Facebook Núcleo Shivalaya
  • Instagram Núcleo Shivalaya

|  SIGNIFICADO DE "SHIVALAYA" |

Shiva pratica e ensina Yoga posicionado no local onde as polaridades universais se equilibram perfeitamente. No topo da montanha, sentimos a presença integral do cosmo, pois estamos sobre aquela que nos nutre e sob aquele que nos ilumina, igualmente grandiosos. A feminilidade e a masculinidade convivem harmoniosamente nesse ponto

de comunhão. Com muita sabedoria, costuma-se dizer também que esse espaço existe enquanto estado de consciência. Shiva é o exemplo primordial desse estado: no mito, ele é um deus que medita no alto da montanha; na metafísica, ele é a consciência universal que

se reflete no núcleo de cada

consciência individual.

É o que torna os seres humanos semelhantes entre si e divinos na natureza de suas almas. Podemos buscar em nós mesmos o “topo da montanha onde Terra e Céu se encontram”, este núcleo de consciência que é o estado de espírito onde as diferenças se complementam, onde os opostos se integram, onde as polaridades interagem harmonicamente. O deus meditando em uma montanha consagrada representa o mais puro maravilhamento consigo mesmo, com o pulsar da própria existência.

Yoga é a síntese mais precisa desse estado de maravilhamento. Yoga, além desse estado, é também o meio para atingi-lo: quando a prática integra o corpo e a consciência, acontece, na esfera do indivíduo, aquilo que é representado, na mitologia, com o estado meditativo de Shiva. E é a magia desse encontro que permite a tradição indiana dizer que não há melhor templo do que o corpo – pois é nele que a divina luz da consciência se manifesta. A prática de Yoga cria a condição para encontrarmos a “Casa de Shiva”, isto é, aquela belíssima paisagem que todos temos em nossa alma, de onde podemos desfrutar do estado de espírito que chamam de conjunção dos opostos, de harmonia da vida ou de integração com o absoluto.